Email: atendimento@rtrti.com.br

 

Telefone: (11) 2626-0148

 

     |   2ª a 6ª feira, das 9h às 19h

Navigation

Dúvidas Sobre Ativação do Windows

  1. Ativação KMS (Key Management Service)

  2. Ativação MAK (Multipla Activation Key)

  3. Ativação VAMT (Volume Activation Management Tool)

  4. Ativação OEM (Original Equipment Manufacturer)

  5. Como a Microsoft desativa ativações piratas?

Ativação KMS (Key Management Service)

é utilizada por grandes empresas: elas configuram um servidor interno para servir como servidor de ativação, e todos os computadores da rede podem ser automaticamente ativados por ali. Isso facilita muito a ativação de dezenas ou centenas de milhares de estações de trabalho de grandes empresas, que não precisam serem ativados via internet, mas ao burlar esses servidores de ativação é possível ativar qualquer computador ou notebook mesmo que ele não esteja na rede local da empresa, embora a ativação dura apenas 180 dias. A própria Microsoft disponibiliza chaves de ativação para computadores que devem ser ativados via KMS

Ativação MAK (Multipla Activation Key)

Permite múltiplas ativações de uma única chave, sendo muito utilizada quando uma empresa cria uma imagem de instalação do Windows e replica-a para centenas de estações

Ativação VAMT (Volume Activation Management Tool)

É uma aplicação que coleta pedidos de ativação de vários computadores e envia. Como ela armazena as ativações, é possível reativar um Windows sem contatar os servidores de ativação da Microsoft.

Ativação OEM (Original Equipment Manufacturer)

É realizada em computadores novos, aonde o Windows é automaticamente ativado de acordo com o número serial do equipamento instalado.

Como a Microsoft desativa ativações piratas?

Quando o Windows é ativado, a Microsoft armazena em seus servidores diversas informações sobre a ativação:

– chave de ativação – versão do sistema operacional e revendedor (se aplicável) – data da ativação – chave de hardware ID (número gerado a partir de várias informações do hardware: número de série do processador, memória, HD, chipset..) – idioma – endereço IP – Conta da Microsoft (para Windows 8.x)

Com essas informações, a Microsoft consegue saber facilmente se a cópia do Windows que você está utilizando foi ativada ilegalmente ou não – e com isso ela pode lançar uma atualização para desativá-la.