Algumas das mudanças foram:

  • Agora existirão diferenças técnicas entre as versões Standard e Datacenter,
  • Possibilidade de se trabalhar com conteiners
  • A principal mudança é que agora o modelo de licenciamento mudará de baseado em processador para baseado em Core.


Então como será a quisição a partir de agora?

É uma pequena mudança, mas que pode fazer toda a diferença no custo final da solução.


Formato Antigo: Versão Windows Server 2012

Quando você criava uma rede com o Windows Server 2012, você somente se preocupava com as licenças dos servidores e dos usuários que iriam usar os servidores. São as chamadas CALs ou Licenças de Acesso do Cliente. Ou seja Licença processador+cal.


Formato Novo: Versão Windows Server 2016

Com o Windows Server 2016, o que você deverá considerar na hora de licenciar um servidor não será mais o processador, e sim a quantidade de núcleos de cada processador do servidor onde o Windows Server 2016 será instalado!

Segundo a própria Microsoft, a licença do Windows Server 2016 será semelhante ao licenciamento por core do SQL Server 2016.

Segundo a própria Microsoft, a licença do Windows Server 2016 será semelhante ao licenciamento por core do SQL Server 2016, ou seja, cada licença do Windows Server 2016 irá licenciar 02 núcleos do processador. Porém será exigido uma compra mínima de 08 licenças do Windows Server 2016 para cada servidor.

Portanto a quantidade minima exigida licencia servidores com um total de 16 núcleo de processador.

 

Ainda ficou com dúvida? Entre em contato conosco.

 
Ligamos pra você
Solicite proposta

Faça sua cotação Conosco

Clique aqui e acesse o formulário